sexta-feira, 8 de maio de 2009

Dia do silêncio

Minha amiga Drika me avisou pelo Twitter: 7 de maio é o Dia do Silêncio. E foi ontem! Alguém notou? Eu não...
Andei pesquisando pela internet a origem da data, mas não consegui descobrir nada. Achei uma matéria sobre ele no site da Prefeitura de São Paulo, inclusive com informações sobre o Psiu (http://www2.prefeitura.sp.gov.br/noticias/ouvidoria/2007/05/0001), mas ainda sem a explicação que eu procurava.
Mais tarde, dei de cara com o Jornal da Tarde, numa banca de revista, trazendo na capa a manchete: "Ex-chefe do Psiu: há bares e igrejas intocáveis em SP". Comprei, é claro!
Ali o ex-chefe do Psiu, o coronel reformado Fernando Coscioni, denuncia que teria sido levado a se demitir, antes que fosse exonerado, porque seu trabalho estaria incomodando alguns políticos, que inclusive pressionaram o Psiu para reabrir alguns locais fechados pela fiscalização. Ele diz que alguns bares de Pinheiros, as casas de Lilian Gonçalves (Rede Biroska), e o Teatro dos Parlapatões seriam "imexíveis". E, além disso, algumas igrejas também estariam invulneráveis ao Psiu, como a Assembléia de Deus do Bom Retiro.
A Prefeitura nega a interferência no trabalho do Psiu e nega também que a saída do tal coronel reformado tenha sido motivada pela alegada intransigência dele no cumprimento da lei e na consequente aplicação aplicação das penalidades (multa de 28 mil reais e fechamento) aos estabelecimentos desobedientes.
Enfim, o dia do silêncio deste ano parece que foi mesmo marcado pelo barulho!
Resta apenas esperar que a mudança na chefia do Psiu não seja para pior. Aliás, faria bem o senhor prefeito se ampliasse o número de funcionários trabalhando contra o barulho, porque, segundo a reportagem, há 6 mil denúncias à espera de fiscalização e providências! Durma-se com um barulho desses!

3 comentários:

  1. Eu não sabia da existência do Dia do Silêncio. O silêncio anda tão em falta aqui em São Paulo que não aparece nem no seu próprio dia. Aqui todo dia é Dia do Barulho.

    ResponderExcluir
  2. Tava tanto barulho por aqui, que o silêncio passou desapercebido! Que pena!

    ResponderExcluir
  3. Olá Ana,

    Precisamos da sua ajuda... estamos sofrendo com a intocável Dona Lilian Gonçalves, que está arrebentando a rua na construção de uma obra esdrúxula e absurda, que depois de pronta (se isso acontecer) acabará com as já péssimas noites de sono.

    Ela está fazendo a "calçada da fama" de frente para VÁRIOS edifícios residênciais... como você é boa de briga e encontramos seu post falando do PSIU, queremos a sua ajuda.

    Pode nos ajudar a divulgar nosso movimento???

    http://calcadadalama.wordpress.com/

    Seu blog já entrou para o nosso blogroll...

    Abraço e até breve!

    Vinicius

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.